Escola Secundária de Peniche
Andreia Rodrigues e Paula Jorge - ID: 698
1
Informa-te: Especial
À descoberta da Missão Servir
No passado dia 20 de novembro conversamos com os dois únicos professores de EMRC, Ana Cristina Marques e Francisco Domingos sobre o grupo Missão Servir.
A iniciativa partiu de um grupo de 7 alunos, que fez o seu primeiro voluntariado no Centro João Paulo II, na passagem do ano 2007/2008.
Voluntariado
O voluntariado no Centro João Paulo II é o que mais marca os alunos, visto que se lida com as limitações humanas.
Os objetivos do voluntariado
"Servir, sem olhar a quem, sempre com os critérios de Jesus Cristo... Mesmo sendo só por falta de afecto" conversou-nos a professora Cristina. Dar apoio social e criar laços entre si: "há sempre que ir mais longe" acrescentou.
Informa-te: Especial
1
Saco distribuído nas campanhas do Banco Alimentar Contra a Fome
Colaborações com várias instituições e outras atividades

Cruz Vermelha, Banco Alimentar e campanhas
A Missão Servir colabora com a Cruz Vermelha e o Banco Alimentar há 9 anos. Ajudam nas suas várias campanhas anualmente. Todos os anos, realizam o "Jantar dos Mais Simples" que é um encontro de pessoas excluídas na cidade, onde oferecem cabazes de natal aos convidados.
Em julho, no Centro João Paulo II há uma semana dedicada aos voluntários da escola, onde qualquer pessoa a partir dos 16 anos. Ao todo são 24 atividades anuais.
Uma Escola no Coração
Há 12 anos a Missão Servir construiu uma escola em Bajob, Guiné-Bissau fruto de todas as campanhas e outras atividades, como rifas e vendas de bolinhos confecionados pelos alunos e professores. Um dos maiores desejos é angariar fundos para lá voltar.
Escola S. José em Bajob, Guiné-Bissau
A interligação com outras escolas
Os co-projetos com outras escolas não são sempre possíveis devido ao número reduzido de professores e um número elevado de atividades (em média, três por mês) o que os professores lamentam.
A adesão
A adesão às campanhas é em geral muito boa: "trabalhamos com uma ótima escola e alunos" diz a professora, apesar de nem todos os alunos poderem usufruir das aulas de EMRC.
Os cursos profissionais
40% dos alunos da nossa escola são de cursos profissionais, ou seja, estes não têm oportunidade de escolher a disciplina de EMRC, com pena dos professores. "Fazem-nos falta" acrescenta a professora.