EB Raúl Lino e EB Sampaio Garrido
Escola Ciência Viva - ID: 1123
95
Viva a Ciência
Cientistas júniores aceitam correr o RISCO de passar uma semana na Escola Ciência Viva
Os alunos do 3.º ano da EB Raúl Lino e EB Sampaio Garrido estiveram na Escola Ciência Viva e fizeram inúmeras atividades.

Pequenos cientistas, grandes questões!
Não tem medo? Certo dia estava com um colega no fundo do mar e vimos um vulto a passar, ficamos atentos e quando voltou percebemos que era um tubarão e que estava interessado em nós. Subimos rapidamente para o barco. Posso dizer-vos que nunca subi tão rápido e foi a única vez que consegui subir para o barco com a garrafa de oxigénio às costas. O que acham? Acham que não tive medo?
Encontro com o investigador Francisco Andrade
Biólogo marinho e proprietário de uma vértebra de baleia, Francisco Andrade trouxe ao “Encontro com o Cientista” a sua experiência e testemunho.Esclareceu-nos que para se ser cientista é necessário fazer perguntas ilustrando com a história da maçã de Isaac Newton. Falou-nos das características, dimensões, massa, velocidade e adaptação dos animais em dois ambientes: o terrestre e o marinho. Para nos ajudar a compreender estes conceitos mostrou imagens, fizemos experiências e segurámos numa vértebra gigante de baleia.Não deixámos sair o nosso convidado sem antes responder às nossas inúmeras questões.
Viva a Ciência
95
3.ºB da EB Sampaio Garrido na Escola Ciência Viva do Pavilhão do Conhecimento
Uma semana maravilhosa!
Gostámos muito desta semana e adorámos a Bicicleta Voadora. Todos nós andámos pela primeira vez e foi fantástico.
As exposições foram muito interessantes, principalmente, a “Risco”. Aprendemos quais os riscos que podem aparecer na nossa vida e como podemos lidar com essas situações…
Na oficina “Dóing” pusemos a funcionar motores que acendiam luzes, faziam barulhos e, ainda, um motor que fazia desenhos muito lindos.
As nossas pontes aguentaram o peso e ficaram bem construídas
Os laboratórios foram um lugar de grande aprendizagem. Como fazer uma pizza sem glúten na cozinha e a surpresa das formigas no laboratório.
A nossa semana foi tão boa que desejamos voltar à Escola da Ciência Viva quando tivermos oportunidade.
Cientistas júniores realizam testes
Quem é o mais rápido?
Através de uma experiência com uma coluna de água de 1,5 m, uma caixa de areia e 6 berlindes, Francisco Andrade mostrou-nos porque é que o atleta Usain Bolt consegue ser 5 vezes mais rápido do que o Michael Phelps a nadar. O investigador explicou que isso acontece porque a água é um fluído mais viscoso do que o ar, tem mais atrito. Chegámos por fim à conclusão que os campeões do mar são os atuns, que nadam a 70Km/hora.
Exposição EXPLORA
Nesta exposição em cada experiência há uma explicação de como fazer e o porquê do que estava a acontecer.
A exposição Explora é uma das mais educativas e dá-nos a possibilidade de experimentar e compreender a razão de alguns “porquês”.
O que é para ti a ciência?
É ser curioso e fazer perguntas.
É fazer perguntas e responder a essas perguntas. Aprender coisas novas.
A ciência são coisas por desvendar.
Também é Matemática e Português, melhor, um bocadinho de todas as disciplinas escolares.
À conversa com o Francisco Andrade
Com o biólogo marinho ficámos a saber mais sobre o que se passa no mar e alguns segredos guardados dentro de água. Queremos agradecer a sua disponibilidade e, por momentos, ter trocado os seus alunos para vir falar-nos de coisas tão maravilhosas.