EB Pedro de Santarém e EB Frei Luís de Sousa
Escola Ciência Viva - ID: 1134
101
Viva a Ciência
A porta da ECV é uma passagem para o conhecimento
Os alunos do 4.º ano da EB Pedro de Santarém e da EB Frei Luís de Sousa estiveram na ECV e foram os protagonistas desta semana de atividades.

Pequenos cientistas, grandes questões!
Como será o mundo no séc. XXII? Se o Homem não tiver juízo teremos épocas de secas, em que as pessoas lutarão pela água e por alimentos. Mas com algumas alterações no modo de agir, de que falámos anteriormente como andar mais a pé ou de bicicleta e escolher eletrodomésticos de classe energética A, podemos conseguir um ambiente mais saudável.
Encontro com o investigador Hugo Tente
Hugo Tente, engenheiro ambiental, explicou-nos o que é a investigação em ambiente: da água; da gestão de resíduos, do solo, das florestas; da biodiversidade e da qualidade do ar.
O estudo da qualidade do ar foi a área mais aprofundada em que nos mostrou e explicou como e onde se fazem as medições. Os dados recolhidos são depois trabalhados e apresentados ao público em: http://qualar.apambiente.pt/ Esclareceu quanto aos poluentes atmosféricos, os efeitos para o planeta e para os seres vivos. Também partilhou algumas soluções que todos nós podemos efetuar no dia a dia para preservar o ambiente.
Viva a Ciência
101
“Eco-sensores 4Healht”
Medição do som - atividade com os sensores
Na segunda-feira, dia 21 de novembro, a Sofia ensinou-nos a medir o som com os iPads. Medimos o silêncio, as palmas, água a correr e os meninos a conversar.
Aprendemos que a unidade do som é o decibel e representa-se por dB.
Íamos medindo e registando os valores e também como nos sentíamos. Achámos que os sons mais baixos eram agradáveis e os mais altos desconfortáveis.
Na sexta-feira fomos medir as mesmas coisas no jardim. Quando chegámos à sala construímos um gráfico de barras.
Alunos a fazerem medições com a aplicação SPARKvue da PASCO
Aprendemos que os sons abaixo de 50 dB são os mais confortáveis e que acima dos 80 dB podem ser prejudiciais à saúde, provocando mesmo perdas auditivas.
Concluímos que mesmo em silêncio não conseguimos 0dB devido aos sons do ambiente e que o conforto depende de todos!
A Hora do Código na ECV
Hora do Código
A Hora do código é uma demonstração divertida de programação, sendo apresentada em forma de jogo. Nestes jogos somos “programadores” e temos de escrever linhas de código para ajudar o boneco a chegar ao local pretendido.
Depois destas atividades de programação percebemos que não é só um jogo, mas sim atividades que nos ajudam a trabalhar o cérebro….
Se ainda não experimentaste, está na Hora!
A Física através do judo
Fizemos judo e aprendemos que é uma arte marcial que tem como objetivo imobilizar o adversário com as costas no chão sem violência. Para isso, cada um tem de desequilibrar o colega. A base é uma superfície formada pelos nossos pés.
Afinal o que é a ciência?
A ciência é o que nos ajuda a descobrir coisas novas, para quem quer sempre aprender mais e ter sempre dúvidas. É descobrir mais coisas para tirar dúvidas sobre as minhas dúvidas. É o que nos ajuda a resolver os problemas.
Arriscas ou não?
O risco é uma consequência de uma decisão.Na exposição RISCO onde experimentámos várias atividades, percebemos que existem situações onde devemos correr riscos/arriscar, pois é divertido e, por vezes desafiante e outras onde pode ser perigoso.