EB1 Parque Silva Porto e EB1 do Lumiar – Alto da Faia
Escola Ciência Viva - ID: 754
19
Viva a Ciência
Quem somos nós?
Somos alunos do 3.º ano da EB1 do Lumiar e da EB1 Parque Silva Porto e fomos muito curiosos, dinâmicos e muito felizes por podermos ser "cientistas" de bata branca na ECV.

Sobre Charles Darwin
Na conversa com o cientista falou-se em Darwin. Não conhecíamos e fomos investigar. Charles Darwin foi um naturalista britânico que alcançou fama ao convencer a comunidade científica de que a evolução das espécies se realizava através de um processo de “seleção natural”. Este cientista ganhou inúmeros prémios e escreveu várias obras, a mais importante foi “A Origem das Espécies”.
Encontro com o Cientista
Tivemos o privilégio de estar na companhia do Professor João Lobo Antunes. Este conhecido neurocirurgião revelou-se uma pessoa extremamente simpática, falou connosco de uma forma clara e ensinou-nos muitas coisas que nós não sabíamos, embora tivesse usado algumas palavras difíceis que ainda não compreendemos muito bem. Ficámos todos muito curiosos e desejosos de saber mais sobre o funcionamento do nosso cérebro. Fizemos perguntas, a que este médico respondeu usando muitos desenhos e imagens.
Viva a Ciência
19
Artistas com pinta
Laboratório
No laboratório, aprendemos a fazer tintas de origem vegetal usando espinafres e beterraba e de origem mineral, com argila e giz. Fizemos a cor verde moendo o espinafre, outros fizeram vermelho utilizando a beterraba, um terceiro grupo fez a cor castanha utilizando a argila e o quarto grupo moeu giz de cor azul. Para que estes pigmentos se tornassem tintas utilizámos vários aglutinantes: óleo de cozinha para a argila, álcool para o espinafre e um pouco de água para a beterraba e o giz.
Artistas com pinta
Depois de se coar e decantar os produtos, distribuíram-se as tintas e cada aluno deu asas à sua criatividade, fazendo pinturas belíssimas.
Também utilizámos o carvão e giz molhado em leite.
Dóing
Espaço DÓING
O Dóing é uma exposição no Pavilhão do Conhecimento, onde temos de construir muitas coisas. Podíamos montar uma pista para berlindes, lançar objetos num tubo de vento, montar circuitos elétricos e lançar aviões de papel. Gostámos, todos, de ir ao espaço Dóing, porque mexemos, montámos e desmontámos, inventámos e pensámos. Fomos uns pequenos cientistas!
Era Uma Vez... Que Bela Exposição
Nunca imaginámos encontrar ciência nas histórias infantis. Quem se lembraria disso? São dez os contos infantis retratados nesta exposição, desde o Pinóquio à Gata Borralheira, passando pela Alice no País das Maravilhas.
Acerca da exposição: Vê, faz e aprende
Adorámos cada segundo passado neste espaço. Os nossos módulos preferidos foram a cama de pregos, o carro de rodas quadradas, o balão de ar quente e o bolo com velas que acendem com o sopro.
Curiosidades do Era uma Vez
Em jeito de brincadeira ficámos a saber muitas coisas: que há mais de 300 espécies de feijões; que os lobos veem tudo em tons de cinzento; que são precisos 4299 litros de água para fabricar um chocolate de 250g. Assim aprender até foi divertido!